Cápsulas de café, reciclagem e o futuro do planeta

leiaeopine Reflexões

Confesso que este texto está um pouco atrasado, mas como é atemporal, acredito que esteja sendo publicado no dia certo: esta sexta-feira sem nenhuma sugestão de curso ou palestra. 🙂

Certa vez enquanto navegava pela internet, vi este texto do André Trigueiro e o título “Cápsulas de café, isopor e garrafas PET são os maiores inimigos da reciclagem” chamou muito a minha atenção.

Talvez pelo fato de dias antes ter lido um texto da Fernanda Haddad, em seu site sobre café, com a seguinte manchete: Mudas de plantas vão parar em cápsulas de café.

Fiquei pensando: a maneira como o lixo é descartado ou neste caso reciclado, depende da forma como nós olhamos para o mundo e fazemos algo diferente. Ou seja, as cápsulas de café podem mesmo ser um problema de reciclagem, mas há muitas pessoas pensando em um mundo melhor. Cabe a cada um de nós decidir de que maneira queremos viver neste planeta.

O consumo consciente e a reciclagem já não podem mais ser apenas visões utópicas de uma sociedade. Eles precisam ser implementados categoricamente em nossas vidas o quanto antes.

Em tempo, fica aqui o convite para quem ainda não conheceu o projeto UmCafezinho. Editado pela jornalista Fernanda Haddad, o site fala sobre uma das paixões nacionais: o café.

leiaeopineCápsulas de café, reciclagem e o futuro do planeta

Cursos no MIS: setembro

leiaeopine Cursos & Palestras

Localizado na zona sul da cidade de São Paulo, o MIS (Museu da Imagem e do Som) está com inscrições abertas para os cursos livres no mês de setembro.

Destaque na programação para a Oficina de Photoshop Básico com Marcello Minemoto. Serão 7 encontros, às segundas-feiras, das 19h às 22h, de 4/9 a 16/10. O valor de investimento é de R$ 240,00.

Outra atividade que merece destaque é a de Narrativas e técnicas de edição com o software Premiere 6. A oficina é ministrada pelo professor Alexandre Oliveira e acontecerá em 6 encontros de terça e quinta, das 9h às 12h, de 12 a 28/9. O valor de investimento é de R$ 200,00.

Renato Russo – Como parte da programação especial que homenageará o cantor com uma exposição, o MIS oferece o curso Renato Russo e os anos 80. Serão 4 encontros, às sextas, das 19h às 22h, de 15/9 a 6/10, que abordarão a vida e a obra do artista, a partir das diferentes fases e álbuns de sua carreira.

A exposição sobre o ídolo da música nacional tem previsão de estreia em 7 de setembro e deve ficar em cartaz até janeiro de 2018. Com curadoria de André Sturm, a mostra teve acesso ao acervo pessoal do artista e trará ao público objetos pessoais, peças de vestuário, fotografias, manuscritos, instrumentos musicais, documentos escolares, desenhos, cartas de fãs, além de prêmios, fanzines, folhetos e impressos variados de sua vida.

Tem tudo para ser mais uma das famosas exposições do MIS que atraem multidões.

O MIS fica na avenida Europa, 158, Jardim Europa.

leiaeopineCursos no MIS: setembro

Curso de História gratuito no CIEE

leiaeopine Cursos & Palestras

O CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) promove a partir de amanhã, 24 de agosto, o 14º Curso de História de São Paulo em parceria com a Academia Paulista de História (APH).

Ao todo serão 10 encontros, sempre às quintas-feiras, às 9h. O foco desta edição terá como tema “São Paulo das Letras e Artes”. As aulas são independentes e podem ser feitas de acordo com o interesse do aluno. Para cada aula é preciso fazer uma inscrição. A atividade é gratuita. Para mais informações, acesse o site.

Veja a programação do evento abaixo:

24/08, quinta, 9h, com café da manhã | 1ª aula Barroco e ecletismo no patrimônio sacro de São Paulo, por Percival Tirapeli (Universidade Estadual Paulista). AberturaLuiz Gonzaga Bertelli, presidente da Academia Paulista de História (APH), do Conselho de Administração do CIEE e do Conselho Diretor do CIEE Nacional.

31/08, quinta, 9h, com café da manhã | 2ª aula Música na cidade colonial, por Cláudia A. Polastre (Facul­dade Mozarteum de São Paulo).

14/09, quinta, 9h, com café da manhã | 3ª aula A Semana de 22 e o modernismo brasileiro, por Evando Batista Nascimento (Universidade Federal de Juiz de Fora).

21/09, quinta, 9h, com café da manhã | 4ª aula Caricaturas na literatura paulista do pré-modernismo, por Sylvia Helena Telarolli de Almeida Leite (Universidade Estadual Paulista).

28/09, quinta, 9h, com café da manhã | 5ª aula Arte e memória nos cemitérios de São Paulo, por José de Souza Martins (Universidade de São Paulo).

05/10, quinta, 9h, com café da manhã | 6ª aula O cinema em São Paulo, por Maurício Cardoso (Universidade de São Paulo).

19/10, quinta, 9h, com café da manhã | 7ª aula O lugar de São Paulo na história do design, por Helena Rugai Bastos (Universidade Federal do Rio Grande do Norte).

26/10, quinta, 9h, com café da manhã | 8ª aula A contracultura na arquitetura de São Paulo: uma abordagem transdisciplinar (1956-1979), por Edite Galote Rodrigues Carranza (Universidade São Judas Tadeu).

09/11, quinta, 9h, com café da manhã | 9ª aula A sociabilidade modernista, por Marcos Antonio de Moraes (Universidade de São Paulo).

16/11, quinta, 9h, com café da manhã | 10ª aula Herança cultural: memória e esquecimento, por Silvia Helena Zanirato (Universidade de São Paulo).

As aulas serão ministradas no Teatro CIEE que fica na rua Tabapuã, 445, Itaim Bibi.

leiaeopineCurso de História gratuito no CIEE

Jornalismo para quê?

leiaeopine Cursos & Palestras

Neste sábado, 26, a Jornalismo Júnior da ECA-USP (Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo) promove o evento “Jornalismo Para quê?” na Biblioteca Municipal Alceu Amoroso Lima, em Pinheiros.

Com 4 grandes mesas de bate-papo, a programação tem início às 9h e previsão de término às 16h.

A primeira mesa do dia, das 9h às 10h30, terá como tema modelos de negócio, com Stefanie C. da Silveira (Doutora em Comunicação USP), Anna Haddad (Comum +), Renata Rizzi (Nexo), Guilherme Werneck (Bravo) e Sérgio Lüdtke (Escola de Interatores).

Já a segunda atividade será sobre crítica cultural, das 10h40 às 12h10, com Marcelo Lyra (professor de Crítica Cultural), Pedro Antunes (Estadão), Tatiana Feltrin (canal youtube Tiny Little Things) e Cleber Facchi (Miojo Indie).

Após a pausa para o almoço, às 12h50, a terceira mesa discutirá cobertura política com César Felício (Valor Econômico), Anna Virginia Balloussier (Folha), Breno Altman (Opera Mundi) e Alana Rizzo (Abraji).

E para finalizar, às 14h30, o último bate-papo será sobre livro-reportagem Laura Mattos (livro Roque Santeiro e a ditadura militar brasileira em três atos), Carlos Maranhão (biografia Roberto Civita – o dono da banca), Susana Berbert (livro Bienvenidos – história de bolivianos escravizados em São Paulo), João Peres (livro Corumbiara, Caso Enterrado) e Esther Solano (livro Mascarados: A verdadeira história dos adeptos da tática Black Bloc).

As inscrições são gratuitas. Para mais informações sobre o Jornalismo para quê?, acesse o site. A Biblioteca Municipal Alceu Amoroso Lima fica na Rua Henrique Schaumann, 777, Pinheiros, 05413-021 São Paulo, bem em frente à praça Benedito Calixto.

leiaeopineJornalismo para quê?

Futebol francês: Neymar puxa legião de brasileiros

leiaeopine Esporte

Por Gabriel Duque

Você sabe quantos brasileiros foram contratados pelos clubes franceses nesta janela de transferências? Não foi apenas Neymar! No total, 12 atletas do nosso país vão jogar na França nesta temporada. E não é somente um efeito da chegada do atacante, ex-Barcelona, ao PSG, já que muitos já tinham fechado a transferência antes do craque.

Além disso, a Ligue 1 já somava uma grande quantidade de brasucas no plantel. Atualmente, o Francês é o segundo campeonato europeu que mais abriga jogadores canarinhos, com 30, perdendo apenas para a Itália, que possui 35. Entre os 20 clubes da primeira divisão, 12 contam com nosso pé de obra.

Nesta janela, PSG, Lille, Nantes, Olympique de Marselha e Bordeaux protagonizaram as compras mais caras.

Reforços brasileiros na França – Vamos conferir a lista dos 12 novatos na Ligue 1. O Paris Saint-Germain desembolsou a bagatela de 222 milhões de euros por Neymar e ainda trouxe Daniel Alves de graça.

Com novos donos, dinheiro na conta e a chegada do técnico Marcelo Bielsa, o Lille investiu no Brasil e levou Thiago Maia, do Santos, por 14 milhões de euros, e Thiago Mendes e Luiz Araújo, do São Paulo, por 9 milhões e 8 milhões de euros, respectivamente.

Já o Nantes levou o volante Andrei Girotto, da Chapecoense, por valores não revelados. O Olympique de Marselha contratou Luiz Gustavo, titular da seleção na Copa de 2014, por 10 milhões de euros junto ao Wolfsburg.

O Bordeaux também gastou 5 milhões de euros pelo meio-campista Otávio, do Atlético-PR, e mais 7,5 milhões por Jonathan Cafú, do Ludogorets e ex-São Paulo.

Entre os outros reforços, o Lyon fechou com o zagueiro Marcelo, ex-Santos, e o Saint-Etienne acertou com Gabriel Silva e Hernani.

Outros brasileiros que já estavam na França – Para completar a conta dos brasileiros que já estavam jogando pelas terras francesas, temos:

  • PSG – Marquinhos, Thiago Silva, Lucas Moura e o ítalo-brasileiro Thiago Motta

  • Bordeaux – Malcom, ex-Corinthians

  • Monaco – Jemerson, Jorge, Fabinho (pretendido pelo PSG) e Boschilia

  • Nice – Dante, ex-Bayern de Munique e seleção

  • Lyon – Rafael, ex-Manchester United, e Marçal

  • Olympique de Marselha – Dória

  • Montpellier – Hilton

  • Nantes – Diego Carlos e Lima

  • Toulouse – Somália

  • Troyes – Gabriel, contratado nesta janela, mas que antes estava no Lille

Desconhecido ilustre – alguns dos nomes vistos na Ligue 1 mal foram ouvidos no Brasil. Um deles é de HiltonO brasiliense Vitorino Hilton, de 39 anos, é capitão do Montpellier e disputa o campeonato francês pela 15ª temporada seguida. Inclusive, foi campeão nacional na temporada 2011/12 quando a zebra do pequeno time passeou e derrubou o PSG. Antes, ainda defendeu o Lens, o Bastia e o Marselha, onde foi campeão na temporada 2009/10. No Brasil, jogou na Chapecoense e no Paraná.

Estrelas estrangeiras na França – Neymar virou a grande atração do campeonato francês, mas o número de estrelas estrangeiras também cresce no país.

Nesta janela, o meia holandês Sneijder deixou o Galatasaray, foi contratado pelo Nice e ganhou a camisa 10 do time. Além dele, o sempre polêmico goleador Mario Balotelli joga na equipe.

O Lyon também conta com seu holandês Memphis Depay, ex-Manchester United, enquanto o Monaco tem o craque colombiano Falcao García e a cobiçada revelação Mbappé.

No PSG, não faltam destaques na legião estrangeira: argentinos Di María e Pastore, uruguaio Cavani, alemão Draxler e italiano Verratti.

Técnicos estrangeiros na França – Além do maior movimento de craques em campo, dois treinadores chamam a atenção nesta nova temporada. O argentino Marcelo El Loco Bielsa comanda os brasileiros Thiago Maia, Thiago Mendes e Luiz Araújo no Lille e o italiano Claudio Ranieri, campeão inglês com o Leicester há duas temporadas, assumiu o Nantes. Nos candidatos ao troféu, o espanhol Unai Emery segue no PSG e o português Leonardo Jardim defende o título com o Monaco.

 

leiaeopineFutebol francês: Neymar puxa legião de brasileiros