Definidos os grupos da Copa do Mundo de 2018

leiaeopine Esporte

Por Gabriel Duque

Sede do governo russo, o Kremlim foi invadido pelo futebol 0ntem com o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo de 2018. Definidas as oito chaves, já podemos simular os caminhos do Brasil e das seleções favoritas ao título. Agora até onde será que a equipe de Tite vai nessa caminhada?

O time verde-amarelo caiu no grupo E com Suíça, Costa Rica e Sérvia. Escapou das maiores preocupações que eram Espanha e Inglaterra e, no geral, parece uma chave com adversários medianos sem impor tantas dificuldades.

Suíça: estreia do Brasil, em 17 de junho, em Rostov (domingo – 15h)

Nas Eliminatórias, ficou em segundo lugar no seu grupo e só perdeu um jogo para Portugal. Na repescagem, sofreu para superar a Irlanda do Norte.

É a 8ª colocada no ranking da Fifa. Em 2014, caiu contra a Argentina nas oitavas.

Destaques: Xhaka e Shaqiri.

Contra o Brasil, são 3 vitórias canarinhas, 3 empates e 2 vitórias suíças. Último jogo foi amistoso em 2013, com Suíça 1 x 0 Brasil.

Em Copas do Mundo: Brasil 2 x 2 Suíça (1950).

Costa Rica: em 22 de junho, em São Petersburgo (sexta – 9h)

Foi segunda colocada nas Eliminatórias da Concacaf atrás apenas do México. Tem o goleiro do Real Madrid, Keylor Navas.

É a 26ª no ranking da Fifa. Em 2014, passou pelo grupo com Itália, Inglaterra e Uruguai, tirou a Grécia nas oitavas e caiu nas quartas para a Holanda nos pênaltis em sua melhor campanha.

Contra o Brasil, são 9 vitórias brasileiras e 1 costarriquenha. Último jogo foi um amistoso em 2015, com Brasil 1 x 0 Costa Rica.

Em Copas do Mundo: Brasil 1 x 0 Costa Rica (1990) e Brasil 5 x 2 Costa Rica (2002).

Sérvia: em 27 de junho, em Moscou  (quarta – 9h)

No grupo D das Eliminatórias, superou Irlanda e País de Gales e se classificou em primeiro, com seis vitórias, três empates e apenas uma derrota.

É a 37ª no ranking da Fifa. Em sua última participação, em 2010, caiu ainda na primeira fase após vencer a Alemanha, mas perdeu para Gana e Austrália.

Destaques: Ivanovic, Matic, Ljajic e Mitrovic.

Contra o Brasil, o único jogo como Sérvia após a separação da Iugoslávia foi em amistoso em 2014 com vitória brasileira por 1 a 0.

Em Copas do Mundo: (considerando a antiga Iugoslávia)
Brasil 1 x 2 Iugoslávia (1930), Brasil 2 x 0 Iugoslávia (1950), Brasil 1 x 1 Iugoslávia (1954) e Brasil 0 x 0 Iugoslávia (1974)

Caminho do Brasil a partir das oitavas

Lucas Figueiredo/CBF

Classificada em 1° lugar, a seleção de Neymar e companhia faz as oitavas em Samara, as quartas em Kazan e a semifinal em São Petersburgo. Já, se for a 2ª colocada, joga as oitavas em São Petersburgo, as quartas em Samara e a semifinal em Moscou.

Após a primeira fase, o grupo do Brasil irá se encontrar nas oitavas de final com a chave da Alemanha, carrasca em 2014 na fatídica goleada do 7 a 1. Ao confirmar o favoritismo, ambas avançam como líderes e não se cruzam, mas, se alguma delas tropeçar, o reencontro se torna possível.

Grupos da Copa de 2018: os campeões mundiais

Bicampeão mundial, o Uruguai caiu no grupo A da anfitriã Rússia, com Arábia Saudita e Egito. A chave poderia ter sido mais complicada para os donos da casa, porém, mesmo assim, a Celeste é favorita para avançar e o Egito, com jogadores de destaques na Europa, pode ganhar a segunda vaga.

O grupo B conta com o clássico ibérico entre Portugal, atual vencedor da Eurocopa, e a Espanha, campeã mundial em 2010. Marrocos e Irã fazem figuração.

A França tem adversários interessantes no grupo C para crescer na competição, com Austrália, Peru e Dinamarca. As duas últimas devem brigar pelo segundo posto.

Já a Argentina volta a pegar uma chave equilibrada no grupo D. Ainda assim, é favorita para a liderança. Os rivais são: Islândia, novata e grande sensação da última Euro; Croácia, repleta de destaques individuais como Modric, Rakitic e Perisic; e a Nigéria, de jovens valores como Iwobi, Iheanacho e o experiente Mikel. A Croácia surge com ligeira vantagem.

Dona do troféu após conquistar o título no Brasil, a Alemanha testa sua soberania no grupo F contra o México, do técnico Osorio, e a Suécia, que tirou a Itália e pode ter a volta de Ibrahimovic, brigando pela segunda vaga. A Coreia do Sul corre muito por fora.

No pote 2 e com perigo de cair numa chave forte, a Inglaterra se deu bem até ao entrar no grupo G da cabeça de chave Bélgica e sua talentosa geração. Completam a chave os figurantes Tunísia e Panamá.

Grupo H da Copa de 2018: o patinho feio

Sem nenhuma seleção campeã mundial, o grupo H saiu como um dos mais equilibrados, mas com pouca gente interessada em ver os jogos com Polônia, Senegal, Colômbia e Japão. Lewandowski e James Rodriguez devem liderar seus times, só que os rivais africano e asiático não devem ser desprezados.

Para quem não gostou do grupo, surgiu a brincadeira que uma chave com as não classificadas Itália, Holanda, Estados Unidos e Chile seria muito melhor.

Abertura e final da Copa do Mundo de 2018

A partida de abertura do Mundial será com o duelo entre Rússia e Arábia Saudita em 14 de junho, no estádio Luzhiniki, em Moscou. A finalíssima do torneio está programada para 15 de julho, no mesmo estádio.

Agora já podemos começar a montar o bolão da Copa e se preparar para colecionar as figurinhas do álbum.

leiaeopineDefinidos os grupos da Copa do Mundo de 2018