Federer: o milionário do tênis mundial

leiaeopine Uncategorized

Por Gabriel Duque

Agora são 95 títulos na carreira e Roger Federer retomou o posto de tenista com maiores premiações em dinheiro na história. Após a conquista do ATP da Basileia, sobre o argentino Juan Martin del Potro, o suíço somou a incrível cifra de US$ 109.853.682 conquistados.

Com o resultado, Federer superou Novak Djokovic, que está machucado e já ganhou US$ 109.805.403 ao longo da carreira. É curioso notar a pequena diferença entre os dois tenistas, já que o sérvio conta apenas com 69 troféus, mas com os recentes aumentos nas premiações liderava essa lista.

Em 3° entre os mais ricos, está o espanhol Rafael Nadal, atual melhor do mundo no ranking da ATP, que já conquistou US$ 91.199.322 com 75 títulos.

Federer: líder em patrocínios – Se o desempenho dentro das quadras voltou a ser destaque neste ano, com 7 troféus, incluindo o Aberto da Austrália e Wimbledon, Federer já era o 1° entre os mais endinheirados com patrocínios.

Em 2016, o suíço não ficou à frente apenas entre os tenistas, mas foi quem mais faturou entre todos os atletas do esporte mundial. Com US$ 58 milhões, Federer, aos 46 anos, acumula acordos com marcas renomadas como Nike, Wilson, Mercedes-Benz, Lindt e Rolex.

Em 2° lugar ficou o golfista americano Tiger Woods, com US$ 50 milhões. O top 3 foi completado pelo também golfista americano Phil Mickelson, com US$ 44 milhões. Mesmo valor atingido pelo astro da NBA, LeBron James.

 

leiaeopineFederer: o milionário do tênis mundial